Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Metáfora: Você já observou efelefante no circo?

Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais.


Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo.


A estaca é só um pequeno pedaço de madeira.


E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade,arrancá-la do solo e fugir.


Que mistério!


Por que o elefante não foge?


Perguntei a um adestrador e ele me explicou que o elefante não escapa porque está amestrado.


Fiz então a pergunta óbvia:


- Se está amestrado, por que o prendem?


Não houve resposta!


Há alguns anos descobri que, por sorte minha, alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta:


o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno.


Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar.


E, apesar de todo o esforço, não pôd…

Como lidar melhor com a ansiedade?

É comum eu ouvir perguntas vindas das pessoas que eu atendo: "O que eu faço para deixar de ser ansioso?" Sempre explico, que ninguém deixa de ser ansioso. Faz parte de todas as espécies na Terra. Até os animais sentem ansiedade. Ela tem até um lugar reservadinho no cérebro, lá no sistema límbico ao lado do medo.

O que eu sugiro é que devemos lidar melhor com ela e conforme vou escrevendo, vou te contando como.
A ansiedade está no futuro, é uma preocupação com que pode acontecer, mas não significa que vai acontecer. É diferente do medo neste sentido, pois o medo está no momento presente, exemplo: Vi um ladrão, senti medo. Achei que pudesse ser um ladrão, senti ansiedade.
Saber diferenciar o que é medo de ansiedade nos possibilita perceber e reconhecer quando este sentimento de ansiedade está agindo no momento. A partir daí, é importante ressignificar os pensamentos de preocupações por novos. Lembre-se que podemos modificar este sentimento, alterando a linguagem dos pensamentos, …

Essa mensagem chama-se "Pão com manteiga"

Conta a história de um casal que tomava café da manhã no dia de suas bodas de prata. A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: "Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida".
Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: "Muito obrigado por este presente, meu amor... Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir!”

Moral da história:

1. Você precisa dizer claramente o que deseja, não espere que o outro adivinhe...

2. Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro, mas o outro pode estar esperando outra coisa de você....

3. Deixe-o falar, peça-o para falar e quando não entender, não traduza sozinho. Peça que ele se explique melhor.

4. Esse text…

Doze pratos

Um príncipe chinês, orgulhava-se de sua coleção de porcelana, de rara quão antiga procedência, constituída por doze pratos assinalados por grande beleza artística e decorativa.

Certo dia, o seu zelador, em momento infeliz, deixou que se quebrasse uma das peças. Tomando conhecimento do desastre e possuído pela fúria, o príncipe condenou à morte o dedicado servidor, que fora vítima de uma circunstância fortuita.

A notícia tomou conta do Império, e, ás vésperas da execução do desafortunado servidor, apresentou-se um sábio bastante idoso, que se comprometeu a devolver a ordem à coleção, se o servo fosse perdoado.

Emocionado, o príncipe reuniu sua corte e aceitou a oferenda do venerando ancião. Este solicitou que fossem colocados todos os pratos restantes sobre uma toalha de linho, bordada cuidadosamente, e os pedaços da preciosa porcelana fossem espalhados em volta do móvel.

Atendido na sua solicitação, o sábio acercou-se da mesa e, num gesto inesperado, puxou a toal…